Eleições 2012 e o uso das mídias sociais e da internet

Por Postado em - Marketing Digital & Redes Sociais em 23, maio, 2012 0 Comentários

 

Estamos em ano eleitoral para eleger novos prefeitos e vereadores e um dos grandes desafios será em relação ao uso das mídias sociais e da internet nas campanhas: como tornar estes novos canais potenciais meios de comunicação capazes de definir a tomada de decisão do eleitor?

Nas eleições presidenciais  de 2010, as novas mídias foram exploradas de maneira tímida por alguns candidatos, como foi o caso da campanha da candidata Marina Silva, baseada na caso de sucesso do presidente Obama, ocorrida nos Estados, que arrecadou milhares de dólares através de doações feitas pela internet. A campanha não rendeu o cargo da presidência mas teve um efeito positivo na imagem da candidata que conseguiu o terceiro lugar nas votações.

 

E quando acontecerá o “Efeito Obama”?

 

Uma das hipóteses da internet não ter ainda um comportamento decisivo é  que as mídias clássicas (rádio, tv, jornal) sabem conversar com toda sociedade brasileira e a internet tem dificuldade (quando não tem respeito) em relação a conversar com a totalidade das pessoas que usam a rede.

No vídeo, o  antropólogo Juliano Spyer – que participou da campanha Marina Silva à presidência da República, acompanhando a candidata para construir seu blog e twitter – explica como a vinda da classe C para internet poderá impactar nas próximas eleições.

Em breve, novos posts a respeito de campanhas políticas através das mídias sociais.

 

Comentários fechados.

%d blogueiros gostam disto: