Aplicativos para Rádio e TV

Por Postado em - convergência de mídias & Radiodifusão em 11, novembro, 2013 0 Comentários

A Mídia de Impacto oferece à sua rádio e TV uma nova forma de integrar transmissões ao vivo, notícias, redes sociais e telefone. Conheça o Mobmi e  alcance sua audiência a qualquer hora e em qualquer lugar. Este aplicativo pode transmitir conteúdos de webrádio, webtv e streaming de rádio e TV. A seguir, explicamos como funciona, quais suas vantagens e como explorar comercialmente um app móvel.

O que são aplicativos móveis?

Aplicativos móveis (ou mobile) são softwares desenvolvidos para serem baixados em smartphones e tablets. Esses programas são executados dentro de sistemas operacionais (como o iOS, do iPhone e o Android instalado em diversas marcas, como Samsung e Sony). A redução dos preços dos smartphones, devido ao decreto federal instituído em maio de 2013, retirando impostos como PIS e Cofins no Brasil – foi um dos motivos para o crescimento nas vendas de smartphones e tablets. No Brasil, 84% dos brasileiros, entre 16 e 64 anos, utilizam algum tipo de celular, sendo 36% usuários de smartphones. Desses, 75% acessam as redes sociais pelos aplicativos mobile . Para Thiago Moreira (2013), diretor de Telecom da Nielsen:

“O Brasil já possuía este destaque pela sua expressiva participação nas redes sociais, portanto este efeito foi replicado no mundo móvel, já que esta plataforma é para alguns, uma extensão da conexão à internet, e para outros, o seu único ponto de contato com o mundo digital.”

Moreira

Estamos na era do “Mobile First”, onde uma grande parcela da população está acessando a internet através de um celular ou tablet através de conexão 3G. A pesquisa da Nielsen (2013) ainda afirma que 68% dos brasileiros baixam aplicativos de jogos, 67% de redes sociais, 51% de navegação de mapas e pesquisas e 49% de vídeos. E a frequência de acesso a vídeos chega a 33% entre os que assistem mais de duas vezes ao dia.
A mobilidade proporcionada pelo celular, e depois pelos smartphones e tablets foi amplificada através dos aplicativos. Cada pessoa tem a liberdade de baixar e instalar aquilo que lhe convém. Desde apps de rádios, até apps que guiam sua dieta e avisam os horários certos para comer.

Quais são as vantagens dos aplicativos?

Podem ter conteúdos para serem acessados total ou parcialmente off-line. Possibilita uma interface gráfica com navegação agradável e mais rápida do que um site mobile. Como a maior parte de seus dados é baixada e instalada, o tráfego de dados é bem menor para se acessar algum conteúdo online. Isso significa ao usuário a vantagem de se ter custos mais baixos com o uso de aplicativos.

Os aplicativos consomem muito menos banda de internet, e, portanto são os preferidos por carregar rapidamente seus conteúdos. Isso, no Brasil, é muito importante, pois a maioria das empresas que disponibilizam serviço de 3G , são alvos constantes de reclamações devido à má qualidade de distribuição e velocidade. A associação brasileira de defesa do consumidor Proteste fez uma pesquisa em 12 estados brasileiros entre março e abril de 2013 que avaliou a qualidade da conexão 3G do Brasil. Foi avaliado que “além da má cobertura, as operadoras também não entregam a velocidade prometida”. A Gartner (2013) mostrou em uma pesquisa que mais de 100 bilhões de downloads de aplicativos devem ocorrer até o final desse ano. Em 2012, esse número foi de 64 bilhões.

Como monetizar meu aplicativo?

O aplicativo para Rádio e Tv permite a realização anúncios na tela. Isso pode ser explorado comercialmente pelo canal. Para saber mais, entre em contato!

 

Comentários fechados.